Inicio » Blog » A concepção do logotipo. Criando a imagem da marca.

Semana passada falávamos sobre o processo de criação do nome da marca, o “naming”, um processo que pode definir o êxito ou fracasso de toda a política comercial da empresa.

 

Esta semana falamos de algo não menos importante e decisivo, a concepção do logotipo da marca. Poucas vezes o nome da marca se apresenta de forma isolada e deste modo o logotipo será o que termina de definir na mente do consumidor  o que queremos transmitir.

 

Partimos da base de que sabemos perfeitamente o que queremos transmitir e aquilo que, priorizando, ficou pendente no nome da marca. Uma vez que esteja claro, poderemos começar com o processo de criação.

 

A melhor forma de encontrar o logotipo perfeito é o caminho mais comprido, ou seja, esboçando várias composições de nome + icone / símbolo entre vários conceitos. Desta forma, se cada um dos componentes (nome e símbolo) podem ser lidos ou interpretados separadamente, será mais fácil fazer testes até encontrar o definitvo.

 

1.- A seleção da tipografia.

 

É recomendável começar com a seleção da tipografia se o logotipo contém o seu nome escrito. Esta tipografia irá transmitir muito mais do que pensamos e, provavelmente, poderá converter-se em um logotipo por si mesma, uma vez que a marca comece a ser conhecida e crie uma identidade.

 

Quando vamos selecionar uma tipografia o principal é que seja legível, simples, e seus traços se ajustem à filosofia do negócio e ao tipo de relação que foi definido que teremos com o cliente.

 

  • Uma tipografia de traços retos e sólidos se associará com um negócio com pouca capacidade de adaptação e um trato formal com seus clientes.
  • Uma tipografia de traços suaves e linhas onduladas (em maior ou menor medida) dará a sensação de um negócio flexível e um tipo de relação fluida e próxima.

 

2.- A seleção do símbolo

 

Ainda que soe repetitivo, se chama de símbolo porque deve simbolizar algo, deve ser um reflexo de algum dos aspectos essenciais da marca: seu setor de atividade, os valores que se querem transmitir ou “esse aspecto relevante” que, por prioridade, deixamos sem incluir no nome da marca.

 

A linha que este siga ou o tipo do traço que se empregue, também influirá, da mesma maneira que a forma geométrica a que se associe o símbolo. Por exemplo, enquanto um quadrado dará uma sensação de segurança e estabilidade, um círculo dará sensação de perfeição, continuidade e precisão, ou inclusive de dinamismo se for acompanhada de uma flecha de direção ou elemento triangular.

 

3.- A seleção da cor.

 

Por todos é conhecido que as cores têm uma grande repercursão na percepção das pessoas. Tendo em conta que cada cor transmite um estado emocional, este deve ser um reflexo da marca, ou associar-se  com o estado emocional em que queremos ao nosso consumidor no momento da compra.

 

  • Branco: transmite pureza, esterilidade, limpeza.
  • Vermelho: transmite energia, dinamismo e agressividade.
  • Amarelo: transmite felicidade, alegria, inteligência.
  • Laranja: transmite o melhor do amarelo e vermelho, dinamismo sem riscos excesivos.
  • Azul: transmite liberdade, saúde, harmonia e serenidade.
  • Verde: transmite naturalidade, crescimento e vida.

 

À parte desses três aspectos, devemos ter em conta que:

 

  • O logotipo, tanto a tipografia como o símbolos devem ser o mais simples possível, ou seja, ter o menor número de detalhes, por três razões:
    • Facilitar a sua lembrança.
    • Facilitar a reprodução em qualquer meio.
    • Facilitar a visualização a qualquer escala, por menor que seja.
  • O logotipo não deve contar com mais de três cores.
  • Seu impacto deve ser igual tanto colorido quanto em preto e branco.

 

Logo se fizermos esse processo como se subcontrata, fornecendo alguns esboços do que se quer concretamente, formamos parte do planejamento estratégico da marca e portanto deve estar contemplado, registrado e atribuída na ferramenta BSC-CMI da empresa.

 

ISOTool fornece as ferramentas de definição e controle da estratégia corporativa necessárias para que a planificação e controle sejam ótimos, orientando a sua organização para que consiga resultados.

Tags:


isotoolsmasde15
 
Solicita más información

Eu li e aceito os a
termos

[recaptcha]

AVISO LEGAL