Inicio » Blog » Principais diferenças entre PBQP-H Nível A e B

O programa PBQP-H é um programa criado para melhorar a qualidade dos serviços proporcionados no setor da construção civil brasileira mediante um sistema de gestão similar à ISO:9001 (durante o processo, a empresa pode eleger aceder também à certificação em gestão da qualidade). Existem diferentes níveis dentro da mencionada certificação, A, B e D (é uma simples declaração de adesão ao programa).

Os níveis superiores, A e B diferençam-se principalmente pelo número de requisitos que deverão cumprir, sendo no caso B, um número menor que no A.

-Nível A: Deverão incluir-se e cumprir-se um total de 53 requisitos.

-Nível B: Deverão incluir-se e cumprir-se um total de 39 requisitos.

  DIFERENÇAS ENTRE PBQP-H NÍVEL A e BO nível A vai incluir todos os requisitos do nível B, além de outros 14 requisitos adicionais. Ambos terão que dispor do seu escopo, referências normativas e a seção de termos e definições, e é a partir do ponto 5 do manual da qualidade onde aparecerão as diferenças, mas especialmente no número 7, o que é lógico, porque é o ponto diferencial da PBQP-H comparada com a ISO:9001.

Agora vamos destacar as diferenças existentes entre os dois níveis, sem esquecer que todo aquilo que não vamos mencionar é comum para os dois níveis. Na seguinte tabela, poderão ver os aspetos que vão ser sometidos a auditoria exclusivamente no nível A. Com o fim de facilitar a sua localização dentro do manual PBQP-H, indicaremos o ponto e o sub-ponto onde poderão localizar-se.

 

Dif.

Seção

Ponto geral

Sub-ponto

1

5.- Responsabilidade da direção

da empresa

5.5.- Responsabilidade, autoridade

e comunicação

5.5.3.- Comunicação interna

2

6.- Gestão de recursos

6.4.- Ambiente

do trabalho

3

7.- Execução da obra

7.2.- Processos

relacionados

com o cliente

7.2.3.- Comunicação

com o cliente

4

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.1.- Planejamento da

elaboração do projeto

5

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.2.- Entradas do projeto

6

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.3.- Saídas do projeto

7

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.4.- Análise crítica

do projeto

8

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.5.- Verificação

do projeto

9

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.6.- Validação

do projeto

10

7.- Execução da obra

7.3.- Projeto

7.3.7.- Controle de

alterações

do projeto

11

7.- Execução da obra

7.5.- Operações de

produção e fornecimento

do serviço

7.5.2.- Validação

dos processos

12

7.- Execução da obra

7.5.- Operações de

produção e fornecimento

do serviço

7.5.4.- Propiedade do cliente

13

8.- Medição, análise y melhoria

8.2.- Medição

e monitoramento

8.2.3.- Medição e

monitoramento

dos processos

14

8.- Medição, análise y melhoria

8.5.- Melhoria

8.5.3.- Ações preventivas

 

Devido a estas diferenças, é recomendável que as empresas que vão intentar certificar-se em PBQP-H optem em primeiro lugar ao nível B, pois é mais simples, especialmente porque obvia grão parte da complicada seção 7 do manual PBQP-H, relacionado com a execução da obra, mesmo se a empresa pode optar de todos os modos por aceder diretamente à certificação no nível A.

Também recomendamos a leitura dos nossos artigos “O manual PBQP-H (I e II)”.

Tags:


isotoolsmasde15
 
Solicita más información

Eu li e aceito os a
termos

[recaptcha]

AVISO LEGAL