Inicio » Blog » O Processo de Certificação em PBQP-H

PBQP-H

A construção civil é um setor em constante evolução e crescimento, e tremendamente importante, devido à influência sobre a população e a

O Processo de Certificação em PBQP-H

O Processo de Certificação em PBQP-H

sociedade. É por isso que o Ministério das Cidades desenvolveu um sistema de gestão da qualidade da construção civil, conhecido pelas siglas PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat), com a finalidade de controlar e gerenciar o setor.

Uma das características principais do modelo PBQP-H é que tem distintos níveis que as empresas construtoras podem eleger entre 3 níveis diferentes. Então o primeiro passo seria decidir qual é nível ao que a empresa vai aspirar, pois o processo e os requisitos serão diferentes.

  • Nível D: Declaração de adesão ao programa.
  • Nível B: Certificação limitada segundo a 39 requisitos.
  • Nível A: Certificação completa segundo a 53 requisitos.

O seguinte passo será comprar a norma oficial e selecionar por um lado uma empresa certificadora que será quem realize as auditorias, controle o processo de certificação e proporcione a certificação se o processo tem sucesso. Por outro lado, e dependendo da empresa construtora concreta, a empresa deveria contratar os serviços de uma organização consultora que ajude no processo de implantação dos requisitos da norma, ainda que essas funções pudessem ser desenvolvidas também por um funcionário da empresa que tenha os conhecimentos necessários.

A empresa deverá submeter-se a diferentes auditorias ao longo do processo de certificação segundo o programa PBQP-H (do mesmo modo que na certificação pela norma NBR ISO 9001) que determinarão se o processo foi um sucesso ou não. O modelo mais recomendável de auditorias (não é o único), e o seguinte:

Fases na Certificação PBQP-H

Fases na Certificação PBQP-H

  • Fase 0: Definição do escopo da certificação, das metas e dos objetivos da empresa. Por que querem ser certificadas? Que querem atingir?
  • 1ª Fase: Etapa de pre-auditoria: Mesmo se esta fase não é obrigatória, e recomendável fazê-la, pois evitará a ocorrência de problemas maiores em etapas posteriores, graças ao estabelecimento de ações corretivas e preventivas.
  • 2ª Fase: Auditoria (I): A empresa se submeterá a esta fase e os resultados dos auditores provocarão a necessidade de aplicar ações corretivas.
  • 3ª Fase: Auditoria (II): Comprobação da efetividade das ações corretivas anteriores, investigação exaustiva do sistema e se for preciso, estabelecimento de mais ações corretivas.
  • 4ª Fase: Certificação da empresa: Se tudo está correto, a empresa certificadora emitirá o certificado que demostra que a empresa cumpre com os requisitos do programa e da norma PBQP-H. Se a empresa só quer ser certificada segundo o nível B, o processo terminará aqui.
  • 5ª Fase: Auditoria de manutenção: Só se a empresa deseja se certificada no nível A.

Evidentemente, os certificados emitidos pela certificadora não serão eternos, e no caso do nível B será válido durante um ano, e no caso do nível B será vigente durante 3 anos.

A necessidade de ser re-certificadas faz preciso dispor de uma equipe de auditores internos ou gestores de qualidade que controlem a evolução do programa e facilitem a certificação futura.

ISOTools dispor de a melhor ferramenta tecnológica para gerenciar e controlar todos os requisitos do programa PBQP-H de manheira simples.

Tags:


isotoolsmasde15
 
Solicita más información

Eu li e aceito os a
termos

[recaptcha]

AVISO LEGAL